Revista Galaxy: Entrevista com a autora do livro 'Névoa'

19 fevereiro 2015

Entrevista com a autora do livro 'Névoa'



Entrevistamos a autora Alice, vamos conferir?


1- De onde surgiu a inspiração para escrever "Névoa"?
R: Eu gosto do existencialismo, quando eu era criança eu vi "Entrevista com o Vampiro". Na primeira vez eu via apenas até a metade, pois minha mãe entrou no quarto e achou que o filme não fosse apropriado para alguém tão jovem. Eu tinha oito anos. Estava passando a cena no The Théâtre des Vampires (Teatro dos Vampiros) quando Armand está despindo a mulher, e depois dá o corpo dela aos outros vampiros no palco, que se alimentam dela em frente a uma grande audiência. Definitivamente foi um momento inapropriado para minha mãe entrar no meu quarto! Eu não sabia na época qual era o filme, ou sobre o que era, mas a música inicial mostrando uma ponte no início do filme, tal como, aquela cena no Teatro dos Vampiros nuncam saíram da minha mente. Ao ver o filme em 2010, eu lembrei que já havia visto antes.


Aos dezesseis anos, eu comecei a me interessar por cinema, tornei-me cinéfila, com uma predileção pela Era Clássica de Hollywood. Havia algo naqueles rostos dos anos 20 e 30, eles apenas me lembravam de algo. Daquela época minhas maiores inspirações são Marlene Dietrich e Greta Garbo. Eu prefiro Marlene Dietrich a Garbo. Pois Dietrich além de atriz, foi uma incrível cantora. As músicas que ela gravou em alemão são lindas! Como parte da pesquisa para o livro eu precisava absorver o maior conteúdo possível sobre a sétima Arte, E mesmo tendo livros e o grande conteúdo disponível na Internet, eu decidi fazer faculdade de Cinema. Eu não poderia fazer qualquer outra coisa que não fosse Cinema. É uma necessidade que começou por causa de uma pesquisa.

2- Você tem alguma mania? Algo que sempre faz antes de começar a escrever?
R: Eu não diria que é uma mania, mas eu gosto de ouvir música clássica, Blues e Rock N' Roll num volume baixo enquanto escrevo. Ao escrever, eu devo estar sozinha. Mas não há um protocolo para antes de escrever.

3- Responda rápido:
• um livro: "Der Steppenwolf" (O Lobo da Estepe), de Hermann Hesse
• um filme: "Interview with the Vampire" (Entrevista com o Vampiro), de 1994.
momento preferido: No livro, o momento em que Harry Haller está em frente do Teatro Mágico, e lê pela primeira vez a inscrição: "Teatro Mágico; Entrada só para os Raros; Só para os Raros". E depois, ao olhar para o chão de asfalto brilhante Harry lê: "Só para os Loucos."

No Filme, Lestat tenta dissuadir Louis a transformar ou matar a prostituta que eles haviam levado para o apartamento quando estavam em New Orleans. Mas Louis não consegue, devido a culpa que sentiria ao matar um Ser Humano. Então, Lestat a coloca num caixão, que até então servia como mesa, ela grita, ele a tira de lá, apenas para beber o sangue dela até matá-la. Um pouco depois Lestat diz: "In the Old World... they called it the dark gift. And I gave it to you." (No mundo antigo... Eles chamavam de o presente das Trevas... E eu dei a você.) Toda esta cena é minha favorita!

4- Para você, qual a melhor parte da tragetória de escrever um livro?
R: A melhor parte é a criação. É divertido criar algo apenas seu, e que não pertença a mais ninguém. Até é claro que o livro seja publicado. O escritor pode fazer o que quiser com os personagens, eles são como peças num tabuleiro de xadrez. Existem para ser manipuladas, e o escritor se comporta naquela história que criou como uma espécie de Deus. Ele pode matar quem quiser, fazer o que achar mais conveniente. Num momento, a história parece ganhar vida própria.

5- Queria agradecer MUITO por ter tirado esse tempinho para responder nossas perguntas. Nós da REVISTA GALAXY agradecemos demais, e desejamos muito sucesso na sua carreira!
R: Obrigada a revista. Eu acredito que isto possa aproximar os leitores do autor, independentemente de onde o leitor esteja.



Acreditamos o mesmo que a autora, e por isso a gente sempre traz entrevista para vocês. Gostaram?

Nenhum comentário :

Postar um comentário