Revista Galaxy: Resenha "A menina que fazia nevar"

06 março 2014

Resenha "A menina que fazia nevar"

Sinopse:


Todos os dias se parecem na vida que Judith McPherson leva ao lado do pai. Eles têm uma rotina simples e reclusa, numa casa repleta de lembranças da mãe que ela nunca conheceu, e as únicas pessoas com quem convivem são os fiéis da igreja cristã a que pertencem. Judith não tem amigos na escola, onde é alvo de gozações, e para encontrar consolo se refugia no mundo de sucata que construiu em seu quarto. Lá, cada dia é um dia, e a vida pode ser incrivelmente feliz graças a sua imaginação. Basta acreditar que a Terra Gloriosa, como ela chama sua maquete, é realmente o paraíso prometido onde um dia vai viver ao lado da mãe. Aos dez anos, Judith vê o mundo com os olhos da fé, e onde os outros veem mero lixo, ela identifica sinais divinos e uma possibilidade de criar. Assim, constrói bonecos de pano e inventa para eles histórias felizes na Terra Gloriosa. O que nem Judith poderia imaginar é que talvez seu brinquedo seja mais do que uma simples maquete. Pelo menos é o que parece quando ela cobre a Terra Gloriosa de espuma de barbear e a cidade aparece coberta de neve na manhã seguinte. Um pequeno milagre, é assim que ela interpreta esse e outros sinais parecidos. Tão pequeno que muitas pessoas poderiam pensar que não passa de coincidência, mas Judith sabe que milagres nem sempre são grandes, e que reconhecê-los é um dom de poucas pessoas. Longe de ser benéfico, no entanto, esse poder traz consigo uma grande responsabilidade. Afinal, seria certo usar a Terra Gloriosa para se vingar de Neil Lewis, o colega que a maltrata todos os dias na escola?

Judith, protagonista, sofre muito bullying por seguir a religião que segue com seu pai. Eles batem de porta em porta pra falar que o fim está pra chegar. Ela tem uma vida solitária, a mãe morreu quando ela nasceu, e não tem amigos. Além disso, ela acha que o pai não a ama.
Neil é um dos colegas de classe que a atormentam, e é a partir de uma das situações que ela fica com medo que o livro começa a dar sentido ao seu nome. Quando Neil diz que vai por a cabeça dela na privada, ela começa a ter medo, e com isso acaba pedindo tanto, mas tanto, pra acontecer algo que faça ela não ter aula. Judith coloca espuma de barbear em sua maquete, imaginando ser uma grande nevasca e em como seria bom se aquilo acontecesse e fizesse ela não ter aula. Para sua surpresa, no dia seguinte a cidade inteira está envolta em uma nevasca.
Com isso, a garota acredita que, com sua fé, ela pode fazer milagres.
A história fala de problemas do cotidiano como bullying, falta de interação familiar, medos, perdas, etc.
Eu esperava mais do livro, infelizmente, mas é um livro de leitura gostosa!



E você? Já leu? O que achou?




Por: Amanda Valverde

12 comentários :

  1. Eu não me interessei pela sinopse do livro. Acho que já temos tantas histórias sobre bullying e etc que não quero ler livros que tenham esta abordagem por um bom tempo.

    ResponderExcluir
  2. Li a sinopse deste livro e não gostei muito. Ele não havia me despertado a curiosidade. Mas depois de sua resenha até que gostei. Vou ver se leio ele também. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a sua resenha, com certeza vou ler o livro!

    ResponderExcluir
  4. Eu achei que o livro não é lá essas coisas, não é bom e nem ruim, mas acho que vou dá uma chance a esse livro, vou lê-lo...
    :D

    ResponderExcluir
  5. Esse livro me chamou muita atenção, traz um tema muito bonito, fala sobre aceitar as diferenças.

    ResponderExcluir
  6. Não li ainda, mas quem sabe um dia eu leia. Não me interessou tanto assim, mas pode ser surpreendente, né?!

    ResponderExcluir
  7. Parece ser um livro para refletir, por tratar de assuntos como bullying, medos e perdas, milagres..não sei se leria por enquanto, mas parece ser uma leitura bem emocionante! :)

    ResponderExcluir
  8. Gostei da sua resenha por ser curtinha. Detesto ler resenhas quilometricas hehe. Infelizmente quando um livro tem um toque religioso eu ja desisto na hora.

    ResponderExcluir
  9. Fiquei encantada com sua resenha, deu vontade até de ler o livro.
    Ultimamente estou procurando história assim, que deixam um ensinamento para a gente. Já vou adicionar ele a minha lista.

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha, já quero pra mim <3

    ResponderExcluir
  11. A primeira vez que vi esse livro fiquei com vontade de ler, mas depois fiquei na dúvida... acho que não vou apreciar muito esse enredo... mas quem sabe um dia eu leio, né?
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir