4 esplêndidos com Audrey Hepburn - Revista Galaxy

Últimos Posts

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

26 março 2014

4 esplêndidos com Audrey Hepburn

Audrey Kathleen Ruston, conhecida mundialmente por Audrey Hepburn (Ixelles, Bélgica, 4 de maio de 1929 - Tolochenaz , 20 de janeiro de 1993) foi uma premiada atriz, modelo e humanista belga , eleita em 2009 a atriz de Hollywood mais bonita da história. É considerada um ícone de estilo e a terceira maior lenda feminina do cinema, de acordo com a American Film Institute. Hepburn estrelou diversos filmes, entre eles Bonequinha de Luxo e A Princesa e o Plebeu, filme que lhe rendeu o oscar de melhor atriz, além de indicações ao Globo de Ouro, ao BAFTA e ao NYFCC Award. Foi a quinta artista, e a terceira mulher, a conseguir ganhar as quatro principais premiações do entretenimento norte-americano, o EGOT - acrônimo de Emmy, Grammy, Oscar e Tony. Em 8 de fevereiro de 1960, ganhou uma estrela na Calçada da fama de Hollywood, em homenagem a sua dedicação e contribuição ao cinema mundial. Sua morte se deu em virtude de um câncer de apêndice, em 20 de janeiro de 1993, na cidade de Tolochenaz, Suiça.

A princesa e o Plebeu (1953):


Uma princesa(Audrey Hepburn) entediada de suas obrigações resolve se divertir anonimamente em Roma. Lá, ela acaba se envolvendo com um repórter(Gregory Peck) que conheceu em um banco de praça, no meio da madrugada. Inicialmente, o homem pretende se aproveitar da situação da princesa para se dar bem em seu emprego, mas, posteriormente, se apaixona pela jovem e resolve preservá-la.


Bonequinha de Luxo (1961):


Lula Mae, conhecida como Holly Golightly(Audrey Hepburn) é uma acompanhante de luxo que vive a procura de homens milionários e sonha em tonar-se atriz em Hollywood, motivo pelo qual se mudou para Nova York. Holly é uma mulher inocente que vive no mundo das fantasias e se preocupa apenas com futilidades. Ela toma seus cafés da manhã em frente a ilustre joalheria Tiffany's quando se sente triste, apenas para esquecer seus problemas. Seus planos de se tornar milionária acabam quando Holly se apaixona por Paul Varjak (George Peppard), um escritor sustentado por sua decoradora e também acompanhante, mas que reluta em se entregar a um amor que vai contra aos seus objetivos de se tornar uma rica socialite.


Infâmia (1961):





















Baseado na peça teatral de Lillian Helman, Infâmia conta a história de duas professoras(Audrey Hepburn e Shirley MacLaine) de uma escola feminista que são acusadas, por uma das alunas, de manter um relacionamento homossexual. Uma mentira que dá início a um escândalo que atinge toda a comunidade, com repercussões inesperadas e trágicas. Um filme inesquecível sobre como o preconceito e a intolerância podem destruir vidas.


Charada (1963):

Em Paris, Regina Lambert (Audrey Hepburn) está prestes a se divorciar de seu marido, quando descobre que ele foi misteriosamente assassinado durante uma viagem de trem, logo após ter sacado todo o dinheiro (250 mil dólares) do casal, que agora está desaparecido. Regina é ajudada por Peter Joshua (Cary Grant) a achar o dinheiro. Joshua pode ou não também estar interessado nos 250 mil dólares.


E ai galerinha! Gostam da belíssima Audrey Hepburn e acham que ela é a melhor atriz de todos os tempos assim como eu acho? Já viram todos estes clássicos? Se não viram, corram lá para ver! Listei aqui em cima os filmes por ordem de lançamento, mas agora falarei na ordem dos que mais gosto: Bonequinha de Luxo, A Princesa e o Plebeu, Infâmia e Charada. Nos digam aqui nos comentários o que acharam dos filmes, a opinião de vocês é muito importante para nós. Beijinhooos!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncio

Anúncio