Revista Galaxy: Entrevista com a autora do livro 'Pobre não tem sorte'

08 janeiro 2015

Entrevista com a autora do livro 'Pobre não tem sorte'




Tivemos a oportunidade de entrevistas a Leila, autora de "Pobre não tem sorte", vem conferir o nosso papo!


1-  Já lemos "Pobre não tem sorte" e "Pobre não tem sorte 2", e é uma leitura que prende completamente. De onde surgiu a inspiração para escrever "Pobre não tem sorte"?
R: O tema principal do primeiro volume da série, que é a distorção dos valores morais de hoje, surgiu através de observações que eu fiz a respeito de consumismo exagerado, ostentação, status, etc. O segundo volume fala de mudanças necessárias para o crescimento interior. Quase todo mundo passa por aquele momento de deixar a casa dos pais e trilhar seu próprio caminho. E é um momento delicado que exigiria grande preparo psicológico, embora quase ninguém o faça. Então somei a futilidade de Mariana e a inseri nesse momento, que conheci de perto quando saí da casa dos meus pais para ir cursar faculdade de Turismo em outro estado.

2- Você já tem mais algum livro em andamento? Se sim, pode contar um pouco dele pra gente?
R: Sim.  Além de PNTS1 e PNTS2, há o “Amigas Imperfeitas” e o “A Segunda Vez Que Te Amei”, ambos chick-lits publicados pela Editora Gutenberg.
O Primeiro conta a história da Nina, uma mulher que ama demais, mas que só se envolve com cafajestes. E, em paralelo, falo da possível perfeição da amizade, ainda que entre pessoas imperfeitas (penso sermos todos).
O segundo, conta a história de dois casais que estão passando por problemas em seus relacionamentos. Quando a vidas destes quatro personagens se cruzam, muitas coisas acontecem! Inclusive coisas que já estavam descansando, enterradas no passado. O livro fala das escolhas que fazemos ao longo da vida e como essas escolhas podem afetar a vida de outras pessoas.
Atualmente, estou escrevendo meu quinto livro que, se tudo correr conforme o planejado, será lançado na Bienal.

3- Responda rápido:
   • um livro: Tem Alguém Aí – Marian Keyes
   • um filme: Diários de Uma Paixão
   • um personagem de algum romance: Augustus Waters e Hazel -  A Culpa É Das Estrelas
   • momento preferido: Amo a cena na chuva em que o Mr. Darcy se declara para a Elizabeth Bennet. Orgulho e Preconceito de Jane Austen.


4-  Para você, qual é a melhor parte de ser escritora?
R: É quando recebo “feedback” dos leitores. Quando abro meu e-mail e vejo que ali tem um recado de alguém que leu e amou um livro meu é, para mim, uma realização. Saber que alguém leu um livro meu e que a história mudou, de alguma forma, uma parte a sua vida é incrível.


5- Descreva em uma palavra qual foi a sensação de ter o seu livro em suas mãos pela primeira vez.
R: A palavra seria INCRÍVEL. Uma mistura de sonho realizado com o fechamento de um ciclo. Escrever e publicar um livro pode ser um sonho clichê, mas quando ele se realiza é mágico. Em menor escala (claro), é parecida com a sensação de ver nascer mais um filho!


6- Queriamos agradecer por ter tirado esse tempinho para responder nossas perguntas. Nós da REVISTA GALAXY agradecemos demais, e desejamos muito sucesso na sua carreira!
R: Eu que agradeço a oportunidade de estar aqui falando do meu trabalho como escritora. Obrigada sempre por lerem meus livros. Escrever e perceber o bem que proporciono aos outros, é uma realização maravilhosa. Continuem apoiando os autores nacionais e me enviando notícias ao acabar de ler minhas obras. Gostaria muito de “escutar” o que vocês dizem. Desejo saúde, sucesso e muitos livros em suas vidas!



O que acharam do nosso papo com a Leila?
E se você ainda não conhece os livros tem, tem resenha de Pobre não tem sorte aqui, e Pobre não tem sorte 2 aqui.

2 comentários :

  1. A autora é bem simpática. Nunca li nada dela. Gostei das perguntas. Foram bem diferentes. Principalmente a 3° =}
    Beijos Amanda

    ResponderExcluir
  2. Ainda não conhecia a autora e sua obra, mas já adorei só pelas respostas dela. Parece ser uma pessoa muito querida.

    ResponderExcluir