Revista Galaxy: Resenha "Tudo pode mudar"

01 dezembro 2014

Resenha "Tudo pode mudar"

Sinopse:


Zack é o mais velho dos três filhos da família King, despedaçada quando o pai, o excêntrico e irresponsável Norm, sumiu da vida de todos. Durante os anos seguintes, Zack moldou sua personalidade para que jamais se parecesse com ele. Assim, se tornou um homem pacato e conservador. Ele tinha consciência de que se acomodara a uma situação conveniente: morava de favor na casa de um amigo rico, tinha um emprego medíocre mas estável e estava noivo de uma mulher por quem não era apaixonado. Apesar disso, sentia-se relativamente feliz com sua vida. Certo dia, Zack encontra sangue em sua urina e, após realizar alguns exames, passa a suspeitar de que sofre de câncer. Atordoado com a possibilidade da morte iminente e assustado com o casamento que se aproxima, ele começa a questionar suas escolhas e a perceber a fragilidade daquela vida falsamente estruturada. Para complicar ainda mais a situação, sua relação com Tamara – viúva de seu melhor amigo – adquire uma proximidade perigosa. A atração entre os dois é irresistível e, ao mesmo tempo, proibida. Sua confusão emocional atinge o auge quando Norm reaparece, disposto a fazer qualquer loucura para conquistar o perdão da família. Enfrentando tantos problemas ao mesmo tempo, Zack perde o controle de suas emoções pela primeira vez. Ele precisa lidar com a possibilidade de ter uma doença fatal, o medo de magoar Hope, a paixão platônica por Tamara, a sensação de fracasso profissional e os sentimentos conflitantes em relação ao pai e a si mesmo. Com muito humor e sensibilidade, Jonathan Tropper conta uma história de amor, traição, perdão, recomeço e a chance de se criar uma vida nova em meio ao caos


Zachary tem 30 anos e vive no apartamento de seu amigo. Ele parece ter uma via incrível, mas a vida dele não é nada disso.Principalmente quando ele encontra sangue em sua urina, onde começam os problemas.
Como se não bastasse isso, o pai ausente dele aparece na porta do seu apartamento querendo consertar os erros e querendo o perdão do filho.
Zach ainda começa a ficar confuso por estar sentindo algo mais forte por Tamara, que é a viuvá de seu amigo Rael, que faleceu a alguns meses em um acidente de carro.
O livro é narrado em primeira pessoa, pelas vistas de Zach. O livro é bem escrito, mostrando Zachary tendo sua vida toda de cabeça pra baixo, e ele se vendo perdido no meio disso tudo. Vemos muito isso em livros narrados por personagens mulheres, e nesse agora, é pelo Zach, o que é bem legal para vermos por outros pontos e lados.
A leitura é fácil, e não te confunde. A leitura flui bastante, pode até ser lida em um dia, rapidinho.



Vocês já leram o livro? O que acharam?

3 comentários :

  1. Que louco, livro bem puxado pro humor em? Coitado do Zachary kkkkk .
    A capa é muito coerente com a sinopse e resenha, tadinho.
    Tantos sentimentos em um único livro, gostei :D
    Beijos Amanda, ThayQ.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da história... Parece realmente que ele tem uma vida muito boa e de repente sofre uma drástica mudança...Fiquei curiosa para saber o desfecho da história!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi! Acho muito interessante o enredo deste livro, gostei da resenha, me deixou super curiosa. Muito bom saber que a leitura flui bem. :)
    beijos ♥

    ResponderExcluir