Revista Galaxy: Saiba um pouco mais sobre: DREADS

08 setembro 2014

Saiba um pouco mais sobre: DREADS

Quem nunca andou pelas ruas e viu alguém com o cabelo igual ao da imagem abaixo? 


Pois é, o nome disso é dreadlocks, ou o termo mais conhecido, os famosos e polêmicos "dreads".. E eles não surgiram por causa do Bob Marley, da onda reggae ou dos hippies e da era "Peace and Love", eles vieram lá da África, cujo utilização sempre foi muito comum, além disso, existem artefatos do Egito Antigo com gravuras com esse estilo de cabelo, e escavações arqueológicas revelaram múmias com dreads. #omg


Se você gostou, saiba que ele tem seus pontos positivos e negativos, ele não é tão baratinho, cada dread custa entre 30,00 e 40,00 reais, e ainda tem que fazer manutenção, que é indicada uma vez por mês ou a cada 2 meses, e o preço varia de 5 a 20 reais, o ponto positivo é que não é tão difícil de cuidar diariamente e demora por volta de 15 minutos para ficar pronto, segue algumas dicas da Melina, que tem vários dreads e adora..

"Não lavar de noite pra que ele possa secar durante o dia (demora mais ou menos uns três dias pra ele secar completamente por ele ser mais "compacto"); não dormir com ele molhado, e também não predê-lo molhado; não passar condicionador e de preferência, lavá-lo com sabão ou shampoo neutro. Como não pode lavar sempre, eu uso uns saquinhos neles, e prendo pra cima. Na hora de secar, enrolo eles numa toalha e aperto não muito forte pra absorver um pouco da água, depois passo um secardor no morno ou no frio, e dai deixo secarem sozinhos no ar livre mesmo."



Ah, e fique tranquilo que não é preciso ficar careca ou perder o cabelo para tirar o dread, a Mel disse que quando o dread não é inteiro com o seu cabelo, é so você cortar no limite e ir passando o pente junto com o creme, o processo é demorado e ela indica ser paciente e pedir ajuda para alguém.

Usar dread causa polêmicas, de todas as pessoas entrevistadas, a maioria disse que sofrem preconceito pelo fato de serem julgadas como "maconheiras" ou "nojentas e esquisitas", quem usa um penteado desse nunca passa despercebido, a Nicole, estudante e uma das amantes desse estilo disse que se sente diferente e de certa forma especial diante dos outros que não usam.



Nenhum comentário :

Postar um comentário