Revista Galaxy: Dias que são anos sem você

04 outubro 2013

Dias que são anos sem você

As coisas estão esquisitas. Eu vou deitar, mas quando encosto a cabeça, no travesseiro, só me vem você a mente. E eu viro, me reviro, tentando entender porque as coisas precisam ser assim, tentando porque você tem que estar tão longe de mim quando o que eu mais queria era que você estivesse perto. Eu sinto você do meu lado, principalmente nas horas em que mais estou precisando de ajuda. Mas é como se eu estivesse sozinha no escuro. Eu queria você do meu lado, eu queria você olhando no fundo dos meus olhos, dizendo que, no final, tudo dará certo. Mas eu só tenho você longe, eu tenho que me contentar com aquela janelinha no facebook que todo dia faz o meu coração disparar.
Eu tenho vivido esperando a hora de conversar com você chegar, e as coisas realmente só tem feito sentido, para mim, por saber que, mesmo longe, você está comigo em pensamento. É isso que faz com que, mesmo que a gente não tenha prometido nada, esperar por você, esperar você voltar.
E eu estarei aqui, esperando você de volta nos meus braços.



Por: Andreza Alves

Nenhum comentário :

Postar um comentário